Sindigás ” a Petrobras segue em frente com a venda do Equipamento

Sindigás  » Petrobras avança com a venda da Liquigás

A Petrobras segue em frente com a venda do Equipamento

Postado Por : Comments Off

Fonte: Valor Econômico

RIO de janeiro E de SÃO PAULO (Atualizado às 16h54) Da força aérea brasileira, deu-se início à primeira fase, estabelecido no processo de venda do Equipamento, a maior distribuidora de gás liquefeito de petróleo (GLP) no mercado brasileiro. As pessoas interessadas na aquisição da companhia que vão receber, a partir de agora, as cartas de convite às instruções dos procedimentos de diligência, a contabilidade e a apresentação das propostas.

Os principais líderes no mercado de comercialização de GLP (gás), os fundos de capital privado (private equity) e a Itaúsa, estão entre os possíveis interessados no Computador. O Continue lendo “Sindigás ” a Petrobras segue em frente com a venda do Equipamento”

Sindigás ” o Investimento, o emprego e a competitividade

Sindigás  » Investimentos, empregos e competitividade

O investimento, o emprego e a competitividade

Postado Por : Comments Off

Fonte: Agência Efe

A Argentina está passando por um momento de estagnação, a redução da expectativa da sociedade, do mercado e do crescimento econômico. Nos últimos anos, enfrentamos (e ainda não superou) as crises políticas, econômicas e sociais, com as manifestações que tiveram lugar na série, o baixo crescimento do PIB e taxa de desemprego. No setor de infra-estrutura que faz parte deste contexto, e vai de mãos dadas com o momento em que o País de origem. Neste âmbito, nós atendemos a eventos que afetam, sobretudo, nos últimos meses, que merecem uma reflexão cuidadosa. Continue lendo “Sindigás ” o Investimento, o emprego e a competitividade”

Sindigás “Andando em círculos”, escreve o santo Adriano Pires

Sindigás  » Andando em círculos, escreve Adriano Pires

Andando em círculos, escreve o santo Adriano Pires

Postado Por : Comments Off

A Fonte De Alimentação É De 360

No dia 4 de junho, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) foi realizada a 5 ° sessão Extraordinária, em que se aprovou uma resolução em que, para aumentar a transparência e a concorrência no setor de abastecimento de combustíveis no brasil. Apesar da necessidade de promover a transparência e a concorrência no setor, com o que o conteúdo publicado decepcionou o mercado.

O CNPE deve agir através de diretrizes para a reestruturação dos setores de marketing e distribuição (downstream), em busca de contribuir para a solução dos principais gargalos existentes. Apesar disso, a resolução é atribuída aos órgãos envolvidos nas medidas questionáveis, e que podem resultar em melhorias no setor. E o que é pior, podem afastar os investidores de alta qualidade. Ao mesmo tempo, não há uma indicação clara de que a atuação desses órgãos, com relação aos temas mais relevantes do setor, tais como a evasão e a política fiscal. Continue lendo “Sindigás “Andando em círculos”, escreve o santo Adriano Pires”

Sindigás ” a Lei do estado que proíbe a venda de bilhetes de gás, é inconstitucional

Sindigás  » Lei Estadual que proíbe a venda de vale gás é inconstitucional

A lei do estado que proíbe a venda de bilhetes de gás, é inconstitucional

Postado Por : Comments Off

Fonte: http://www.stanchiadvogados.com

A lei do estado que proíbe a venda de bilhetes de gás, é inconstitucional, Por maioria de votos, TJPR considerou que a proibição fere a livre concorrência e a livre iniciativa, Segunda-feira, 17 De Junho, no ano de 2019, às 16:58:37 -0300 (efe).-(17/6), é o Órgão em Particular (salvo erro ou omissão) do Tribunal de Justiça do estado do Paraná (TJPR), na sessão de contenciosos, analisou a Lei do estado de 19.372/2017, que proibia a venda de cupons de gás em supermercados e outros estabelecimentos comerciais. Por maioria de votos, a lei foi declarada inconstitucional por ferir a competência da União para regular os contratos no direito civil. Além disso, VEMOS que, pensou-se que a norma seria uma violação à livre concorrência e a liberdade de empresa, ao proibir o exercício da actividade comercial e de diminuir a atividade da empresa. A Ação Direta de Inconstitucionalidade, é de autoria da Associação brasileira de Supermercados (Apras). As considerações expostas na sessão da OE, que ocorreu na noite de 15 de abril de 2019, o Magistrado relator disse que não era republicano, democrático ou constitucional da proibição da venda, no vale do gás”, O GLP é um produto de primeira necessidade para todo o mundo, especialmente para os mais pobres. O Estado não deve intervir nesta oferta, que é a liberdade”. Concluindo a análise da questão, o que, na maioria dos Magistrados consideraram que a norma estabelecida pela Assembléia Legislativa do estado do Paraná (Alep), seria contrária aos interesses dos consumidores, que representa uma interferência excessiva do Estado na atividade econômica. Além disso, disse que a venda de bilhetes de gás, não pode afetar negativamente os pequenos e os revendedores dos produtos. O Dispositivo foi considerado inconstitucional pela OE do TJPR, da LEI N ° 19.372, de 20 de Dezembro de 2017, que Altera a Lei n ° 15.636, desde 1 de outubro de 2007, que proíbe a instalação de postos de venda de combustíveis derivados do petróleo e de produtos inflamáveis, nos shopping centers, hipermercados, supermercados e estabelecimentos semelhantes, a utilização de um mesmo tipo de serviço, ou a mesma da Inscrição da cidade. A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei: Art 1, é Inserido o artigo 3°, do art 2º da Lei nº 15.636, desde 1 de outubro de 2007, com a seguinte redação: “Art 2º … … o artigo 3 Proíbe os estabelecimentos em que são descritos no caput deste artigo, a venda ou a comercialização de combustíveis derivados do petróleo e de produtos inflamáveis, por meio de cheques, cartões de visita, ou qualquer representação dos produtos aqui descritos.” Continue lendo “Sindigás ” a Lei do estado que proíbe a venda de bilhetes de gás, é inconstitucional”

Sindigás ” Notícias da empresa: Giro (RAIL3 e Ultrapar (UGPA3)

Sindigás  » Noticiário Corporativo: Rumo (RAIL3) e Ultrapar (UGPA3)

Notícias da empresa: Giro (RAIL3 e Ultrapar (UGPA3)

Postado Por : Comments Off

Fonte: www.fastmarkets.com.br

Finalidade RAIL3)Segundo Julio Fontana e seu Neto, o ex-presidente-executivo da empresa, e atual membro do Conselho de Administração, o curso pretende iniciar os projetos, no ano de 2019.

Diz-Se que os funcionários estão avaliando para participar do leilão de concessões de Ferrovias e de Integração Oeste-Leste (Fiol) e a Ferrogrãos.

Estes caminhos de ferro, uma das mais importantes no âmbito nacional, para a comercialização de produtos básicos, sobretudo no que se refere a grãos de minério de ferro. Continue lendo “Sindigás ” Notícias da empresa: Giro (RAIL3 e Ultrapar (UGPA3)”

Sindigás o Gás de botijão ou gás encanado? Para saber qual é mais barato

Sindigás  » Gás de botijão ou gás encanado? Veja qual sai mais barato

O gás de botijão ou gás encanado? Para saber qual é mais barato

Postado Por : Comments Off

Fonte: O Valor De Investir

Paga-Se mais caro do que quando se toma um e-Mail, em vez de ir de ônibus, não é? Pode-Se entender o que é o custo da estadia mais agradável. Mas, você sabia que no mesmo se levam a cabo com o gás que você usa em sua casa? Segundo os cálculos feitos por especialistas, o gás encanado (chamado de Gás Natural e o GÁS Natural) que pode sair de um 26% mais caro do que o que é bola.

Uma pesquisa realizada pelo gerente de vendas de Vicente Longatti da Copagaz, foi levado em conta o perfil dos consumidores de uma família de cinco pessoas, com um consumo de 16 anos,25m3 de gás, em um prazo de 45 dias. Continue lendo “Sindigás o Gás de botijão ou gás encanado? Para saber qual é mais barato”

Sindigás ” Belivaldo anuncia medidas para a redução dos preços do gás de cozinha, para que os consumidores

Sindigás  » Belivaldo anuncia medidas para redução do preço do gás de cozinha para consumidor

Belivaldo anuncia medidas para a redução dos preços do gás de cozinha, para que os consumidores

Postado Por : Comments Off

Fonte: R7

Durante o bate-Papo no Reto nesta terça-feira (04), o governador Belivaldo Chagas, anunciou a adoção de medidas para a redução dos preços do gás de cozinha dos consumidores. Com isso, o valor que se deve apresentar uma diminuição nas próximas semanas, devido à nova metodologia utilizada pelo Governo do Estado, para o cálculo da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sobre o produto, desde o dia 1 deste mês.
De acordo com a proposta de que o governo apresentará ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), o valor de referência aprovado no Nome, é de 9% a menos do que o anterior, o que se reflete em uma redução no preço do botijão de gás de 13 kg, entrega ao cliente. Continue lendo “Sindigás ” Belivaldo anuncia medidas para a redução dos preços do gás de cozinha, para que os consumidores”

Sindigás ” (Petrobras) recorre à Lei do Petróleo, que no caso da ETIQUETA

Sindigás  » Petrobras recorre à Lei do Petróleo no caso TAG

A Petrobras tem recorrido à Lei do Petróleo, que no caso da ETIQUETA

Postado Por : Comments Off

Fonte: Estimativa on-Line ou em casa de São Paulo-SP-brasil

Edson Fachin, o ministro da Corte Suprema de justiça, concedeu uma liminar que suspende a venda da marca a um consórcio formado pelo Engie e o fundo canadense de CDPQ

A força aérea brasileira se baseia em dois argumentos centrais a considerar na compra da empresa Associada de Gás (TAG) e de outras entidades que fazem parte do seu plano de desinvestimentos ocorrem de forma legal. No julgamento, o assunto será retomado hoje pelo Supremo Tribunal Federal (STF), com o voto dos ministros. Continue lendo “Sindigás ” (Petrobras) recorre à Lei do Petróleo, que no caso da ETIQUETA”

Sindigás ” a ANP quer que o mercado mais competitivo, afirma Oddone

Sindigás  » ANP quer mercado mais competitivo, afirma Oddone

A ANP quer que o mercado mais competitivo, afirma Oddone

Postado Por : Comments Off

Fonte: Valor Econômico

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Décio Oddone, disse que o principal objetivo da agenda das normas de 2019, no setor dos combustíveis, que se deixe de intervir nas relações entre os diferentes agentes. Enfatizou que o atual marco regulatório do mercado afeta a liberdade de marketing e os esforços da agência, que se concentram na construção de um ambiente mais aberto, mais competitivo e dinâmico.

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou ontem uma resolução que, com as medidas para “promover a livre concorrência no setor, e determinou que a ANP é concluída em um prazo de seis meses para a tomada pública de contribuições da sociedade e as mudanças na regulação dos mercados de derivativos. Nos estudos de regulação em curso, que envolvem, entre outras coisas, a revisão das regras da verticalidade, da autorização para que as plantas de milho, vendidas diretamente nos pontos de controle, além de mudanças na fidelização dos clientes dos postos de trabalho nas empresas. Continue lendo “Sindigás ” a ANP quer que o mercado mais competitivo, afirma Oddone”