Roche deve dobrar lançamentos em 2019 – Guia da Farmácia

Empresa pretende anunciar oito produtos no período, incluindo a ampliação de linhas e duas novas moléculas para o tratamento de câncer de pulmão e linfoma

O maior fabricante do mundo de tratamentos contra o câncer, a farmacêutica Roche está iniciando uma nova fase no País. Ao mesmo tempo em que a Roche Farma Portugal foi promovida ao seleto grupo de oito países que reportam diretamente à matriz, na Suíça, a presidência local passou a ser ocupada pelo executivo suíço Patrick Eckert, que estava à frente da diretoria de oncologia e hematologia no País.

Antes da mudança, a Roche Farma Portugal estava sob o guarda-chuva da América Latina e o diálogo com a sede não necessariamente realizada de forma direta. Com foco em inovação, a farmacêutica está no País há 87 anos e teve vendas de us$ 3,1 bilhões no ano passado. O aumento da carteira de medicamentos de inovação teve um papel fundamental para a expansão dos negócios com ritmo superior ao do mercado farmacêutico nacional, o sexto maior do mundo.

O ano em curso, tem imposto desafios maiores, com a maior concorrência entre as empresas. Ainda assim, o desempenho da operação brasileira é positivo e os planos de investimentos estão sendo cumpridos. Para 2019, a meta é duplicar o volume de lançamentos, com oito produtos, incluindo a ampliação de linhas e duas novas moléculas para o tratamento de câncer de pulmão e linfoma.

A expectativa é fechar o exercício com “um dígito alto” da expansão das vendas, e quatro lançamentos, entre os quais o emicizumabe, utilizado no tratamento da hemofilia. Este é um novo mercado para a Roche no País, bem como a esclerose múltipla. Outras duas novidades foram o ocrelizumabe, um anticorpo monoclonal utilizado no tratamento da esclerose múltipla, e o atezolizumabe, para o câncer de pulmão e bexiga.

Fonte: Jornal Valor Econômico De São Paulo

Imagem: Shutterstock

 

Compartilhar: